Por que precisamos falar sobre escoliose?

Escoliose é uma doença mais comum do que se imagina, presente em aproximadamente 3% da população mundial, ou seja, 216.000 pessoas sofrem com a doença. Mas o que é escoliose?

Escoliose é um desvio da coluna vertebral, superior a 10 graus, que pode se manisfestar em forma de "S" ou "C". Apesar de existirem diversos tipos de escoliose a mais comum é a idiopática (sem causa definida) que está presente em cerca de 80 a 85% dos jovens com a patologia e acomete de 5 a 8 vezes mais as meninas que os meninos.

Os sintomas mais comuns são: deformidades físicas, quadril e ombros assimétricos, tamanho de pernas diferente, desconforto muscular, dores na coluna e dependendo do grau comprometimento pulmonar e/ou cardíaco.

A escoliose pode se manifestar em diferentes gravidades, algumas pessoas são diagnosticadas com 12 e outras chegam aos 70 graus ou mais. Portanto não é incomum que os familiares e até mesmo o próprio paciente demore a desconfiar do que está acontecendo.

Apesar de algumas pessoas viverem sem maiores complicações ou sintomas, existem aqueles que enfrentam algumas dificuldades e os que inclusive necessitam de intervenção cirúrgica. E em alguns desses casos o que pode tê-los diferenciado foi um respaldo médico ou um tratamento adequado.

E é por isso que devemos falar sobre escoliose, precisamos que todos saibam que pode ser tranquilo viver com a doença mas que também pode ser perigoso e que ter cuidado e atenção é extremamente necessário. Além disso, a informação é importante também para aqueles que já sabem da doença mas que se sentem perdidos em relação a suas dores, formas de tratamento e apoio psicológico.

Vamos fazer dessa causa, uma causa de importância. A informação é a nossa maior aliada!

Você também pode gostar de

0 comentários